G2Tecnologia | SAP Business One, Consultoria SAP

Parte 1: Resumo particular de 2015 e apostas para 2016

21 dez

Parte 1: Resumo particular de 2015 e apostas para 2016

Se nenhum economista anda tendo coragem de fazer previsões para a economia brasileira, eu é que não vou me atrever, não tenho esta pretensão, mas há boas ideias pra 2016 que quero compartilhar com quem se manteve de pé até aqui e ainda continuará na luta.

Dividi este post em 2 partes, nesta 1a. destaco um tema em específico, as parcerias.

Que parceiros manter e escolher para 2016?

Para falar deste tema vou contar uma agradável experiência que aconteceu comigo há alguns dias atrás.

A Sra. da foto é Polly Samson, jornalista, escritora e letrista da banda Pink Floyd por 20 anos e também letrista de seu marido David Gilmour, guitarrista lenda do rock.

Fui à uma tarde de autógrafos dela dia 13/Dez/2015 depois de assistir ao show de Gilmour no dia anterior. Ganhei um livro autografado de presente do meu marido (e business partner!) com 2 convites para a sessão e lá fomos nós, estava curiosa pra ver e ouvir a mulher do super astro, expectativa altíssima, a mulher tinha que ser o máximo.

A entrevista deveria ser somente com ela, mas David Gilmour entrou de surpresa no pequeno palco (para êxtase geral de quem estava lá, éramos no máximo 40 pessoas) e ambos passaram a explicar sobre o processo de criação deles: ele cria a música, entrega a ela, ela cria a letra, mostra pra ele e assim nasce uma obra de arte.

Resumindo, esta Sra. é quem diz o que David Gilmour sente, é muita intimidade, muita responsabilidade, são parceiros de alma na minha opinião. A descrição do processo feita por eles é linda de ouvir, a sintonia é perfeita e mágica. Claro que como um casal e com o tipo de negócio que fazem juntos, a formação da dupla não poderia contribuir mais para o sucesso dos seus projetos.

Muito bem, mas tamanha sintonia não é fácil nos demais tipos negócios, no segmento PME então, é sempre tudo um pouco mais desafiador, digamos assim. Mas acredito que as relações e parcerias merecem uma atenção especial em 2016. As pessoas com as quais nos associamos nos representam, falam de nós e por nós, precisamos que estas relações sejam cada vez mais maduras e produtivas, caso contrário, melhor a desassociação.

Uma coisa é certa para o próximo ano, não há margem pra erro, definitivamente não será um bom ano pra correr riscos e desperdiçar energia. Não que nos outros anos você pudesse fazê-lo, mas certamente a grande maioria de nós não terá um ano fácil, então capriche na escolha de quem ficará ao seu lado: funcionários, fornecedores e clientes, todos precisam ser seus parceiros em criatividade, colaboração, produtividade e fidelidade.

E como ficam os critérios para essas escolhas ou “limpeza”?

Funcionários:
Ficam os que vestem a camisa, que estão no mesmo clima da empresa, os que também concedem, quem entendem a crise, os que seguram a “bronca”, seja sua, do superior dele, do cliente, está todo mundo um tanto raivoso, tem que entender, ser resiliente, pensar rápido e colaborar na criação do plano de ação para resolver problemas.

Fornecedores:
Aquele gerente de banco que não te ajudou em nada neste ano difícil pode ser dispensado não acha? Transferindo serviços para aquele outro banco que você também usa, sendo atendido por aquele gerente mais disposto você pode conseguir soluções financeiras melhores pra sua empresa. Fornecedor parceiro que a gente tem que honrar é aquele que te ajuda negociando prazo, colaborando com o equilíbrio do seu fluxo de caixa.

Clientes:
Se você acha que cliente não é parceiro você provavelmente tem usado mal seu network, boca-a-boca ajuda muito nos negócios, por isso os que falam mal da sua empresa sem justificativa também não são bons de se manter, pode até doer e afetar o caixa mas, acredite, é melhor dispensar. Para os que ficam, vale a pena pensar em recompensas para as indicações de novos clientes que fazem, sejam em serviços cortesia, descontos ou qualquer outra recompensa adequada à política da empresa. Clientes que aceitam participar de qualquer ação de marketing que ajude a sua empresa, como entrevistas, depoimentos para cases de sucesso, vídeos, são parceiros preciosos.

Destaque devidamente registrado ao tema Parceria, vamos para a parte 2!

One comment

  1. […] post é sequência do “Parte 1: Resumo particular de 2015 e …”, preparei uma lista do “Bom e Barato” como sugestões para 2016 que valem a […]

%d blogueiros gostam disto: