G2Tecnologia | SAP Business One, Consultoria SAP

Aprenda como fazer um fluxo de caixa de uma vez por todas

28 abr

Aprenda como fazer um fluxo de caixa de uma vez por todas

Você sabia que elaborar e utilizar corretamente um fluxo de caixa é essencial para a gestão do seu negócio? Neste post vamos te mostrar o que é esta ferramenta financeira, como fazer um fluxo de caixa, os cuidados que você precisa ter ao elaborá-lo, além de dicas para que ele faça a diferença em sua gestão e em sua empresa. Vamos lá!

O que é o fluxo de caixa

O fluxo de caixa é uma ferramenta financeira que apresenta o fluxo de seus recursos disponíveis em um determinado momento. Apesar do nome, é preciso ter cuidado porque ele não deve apresentar apenas os valores de caixa da empresa, mas todos aqueles que representam recursos financeiros.

Assim, o fluxo de caixa deverá utilizar também o saldo das contas correntes, pois estas fazem parte de sua movimentação e também integrarão o seu saldo de fluxo de caixa. Estes valores também são conhecidos como equivalentes de caixa.

Como fazer um fluxo de caixa

Para elaborar o fluxo de caixa é preciso separar todos os saldos iniciais de caixa e equivalentes de caixa. Esses valores devem ser inseridos em uma planilha eletrônica ou, de preferência, em um software de gestão, já que esta solução poderá gerar diversos relatórios e fazer a integração dos diversos departamentos com o seu fluxo de caixa.

Os valores referentes aos ingressos de recursos deverão ser inseridos na coluna de entradas. Esses valores representam os recebimentos de clientes ou valores que a empresa recebeu. Já na coluna de saídas deverão ser registrados os gastos como pagamentos de salários, fornecedores, impostos e outros valores que representem desembolsos.

Ao comparar o valor do saldo inicial com as entradas e as saídas, você obterá o fluxo de caixa, que representa o valor de recursos disponíveis naquele momento.

Cuidados ao se elaborar o fluxo de caixa

Para que seu fluxo de caixa esteja sempre atualizado e seja útil para a tomada de decisões, é preciso atualizá-lo diariamente, já que isso fará com que ele reflita a posição atual dos recursos da empresa. Além disso, é preciso tomar cuidado com os cheques pré-datados tanto recebidos quanto utilizados para pagamento, já que estes só devem efetivamente ser registrados quando forem descontados.

Também deve-se prestar atenção no registro de todos os pagamentos e recebimentos, já que valores pequenos costumam passar desapercebidos, mas fazem a diferença no final do mês.

Dicas do uso do fluxo de caixa na gestão

Ao utilizar um bom software de gestão, uma das opções é dividir seus gastos em categorias. Assim, você poderá conhecer melhor como estão ocorrendo os desembolsos de sua empresa. Outra possibilidade é a utilização do fluxo de caixa projetado, o qual possibilita conhecer e planejar as entradas e saídas de recursos. Além disso, pode-se utilizar o fluxo de caixa para elaboração de um orçamento, que também é uma excelente ferramenta de planejamento.

Agora que você viu como fazer um fluxo de caixa, que tal conhecer nossas soluções inteligentes capazes de otimizar as finanças da sua empresa e incrementar a gestão da sua empresa? Se quiser saber mais sobre o assunto ou tiver alguma dúvida, deixe o seu comentário.

%d blogueiros gostam disto: