SAP Business One e Consultoria SAP

O que é (e como calcular) giro de estoque

01 nov

O que é (e como calcular) giro de estoque

O estoque é um dos setores mais complexos de uma empresa. Se os controles não forem eficientes, a variedade e a movimentação de itens podem se tornar uma dor de cabeça para sua gestão. Porém, é possível minimizar a dificuldade em acompanhar as mercadorias por meio de alguns indicadores de desempenho, como o giro de estoque.

Quer saber um pouco mais a respeito dessa métrica? Vamos lá!

O que é giro de estoque?

É um indicador de qualidade que mensura o fluxo de entrada e de saída de mercadorias, podendo ser aplicado em empresas de qualquer porte, que trabalhem com um ou mais itens armazenados, com o objetivo de minimizar os erros em gestão de estoque.

Ele demonstra o desempenho de um estoque de modo a medir, de forma padronizada, sua qualidade. Esse indicador pode ser aplicado a qualquer tipo de estoque, seja ele pequeno ou grande, complexo ou simples.

Como funciona o giro de estoque?

Objetivando direcionar o trabalho, é fundamental determinar respostas para as seguintes perguntas: o que elaborar? Quanto? Onde? Como? Quando? Com o que? Para quem?

Desse modo, você vai assegurar que a aplicação seja feita a tempo e com os recursos e quantidades precisos, evitando possíveis desperdícios ou excedentes.

Uma orientação é estipular três mapas: um de produção para curto prazo, outro em médio prazo e o último em longo prazo. Esse mecanismo vai te auxiliar contra alguns imprevistos.

O planejamento estratégico define as metas a serem atingidas. Com ele, você poderá determinar o prazo (trimestral, semestral ou anual) conforme a necessidade da sua empresa.

É essencial capacitar você e sua equipe. Quanto mais treinados estiverem, maiores são as probabilidades de sucesso. Então, realize treinamentos e determine como cada um estará inserido no plano de vendas. Caso use o marketing, defina quais serão os meios e modos de divulgação que melhor cumpram suas expectativas.

Após o planejamento estratégico, é preciso observar o atendimento de pedidos de venda. Esse item fecha e abre um novo procedimento. Ou seja, você atende a uma demanda e, automaticamente, prepara o negócio para começar novamente toda a sua produção e estratégias otimizadas.

Há três tipos de atendimento das quantidades de produto:

  • aberto: aquele em que o pedido feito não apresenta a emissão de nenhuma nota fiscal de venda;
  • parcial: a publicação de nota fiscal foi feita e todas as notas do pedido se encontram no estoque atualizadas, apesar de que existe um saldo a ser acompanhado no pedido de venda;
  • total: não existe mais saldo para se acompanhar e as notas do pedido de venda já foram atualizadas no estoque.

Como calcular o giro de estoque?

O cálculo deve ser feito considerando a quantidade de itens armazenados no estoque. Utilize a seguinte fórmula:

Vendas/Média do estoque*

*(EI+EF)/2

Divida o número de mercadorias vendidas no período em que você está analisando pela média do seu estoque, que é o número de mercadorias guardadas no início do período em questão somado à quantidade final do mesmo período e dividido por 2.

Exemplo: uma loja de roupas deseja saber o giro de seu estoque no último ano, sabendo que iniciou o período com 500 camisas em estoque e, ao final, estava com 300 unidades dessas peças. Durante o ano, vendeu 1200 unidades. Nesse caso, o cálculo do giro de estoque ocorre da seguinte maneira:

1200 / (500+300)/2 = 1200 / 800/2 = 1200 / 400 = 3

O resultado aponta que o estoque de camisas foi renovado 3 vezes durante o ano.

Você ainda pode descobrir o intervalo de tempo entre cada renovação de itens dividindo o número de dias do período analisado pelo resultado do giro de estoque. No nosso exemplo, como estamos tratando de um ano, consideramos 365 dias:

365 / 3 = 121,67

O estoque de camisas da loja de roupas foi renovado aproximadamente a cada 121 dias.

Nesse caso, estamos tratando de situações passadas, mas é possível aplicar o giro de estoque no planejamento para prazos futuros também. Com a mesma fórmula, utilize suas previsões de vendas e de estoque para o período que deseja analisar e verifique quantas vezes você precisará renovar o estoque, além do intervalo de dias necessário entre cada troca. Com essa métrica, mantenha seu fluxo de caixa preparado para a compra de novas mercadorias.

Como o giro de estoque afeta a empresa?

Normalmente, quanto maior o resultado do giro de estoque, melhor. No entanto, isso não é uma regra para todas as empresas, pois há modelos de negócios que não se adaptam a trocas rápidas de mercadorias.

Um alto giro de estoque pode afetar positivamente sua empresa de diversas maneiras:

  • menores prejuízos devido a incêndios, roubos e furtos;
  • redução de espaço e custos de armazenamento;
  • pagamento diluído junto ao fornecedor;
  • menor obsolescência de produtos em relação ao mercado.

Como melhorar o giro de estoque da sua empresa?

Como você já sabe calcular o giro de estoque, confira algumas dicas para ampliar a velocidade com que as mercadorias entram e saem de sua empresa.

Tome decisões de compras baseadas nas vendas

Lidar com estoque exige bastante atenção, controle e dinamismo para tomar decisões corretas e não ter prejuízo.

Desse modo, não monte sua lista de mercadorias junto ao fornecedor sem ter dados concretos. Veja o andamento de compras dos últimos meses e considere o máximo de informações antes de finalizá-las.

Aumente a rotatividade dos produtos quando necessário

Infelizmente existe a possibilidade de você ter um estoque cheio, mas o caixa continuar vazio. Essa situação pode acontecer e se relaciona a inúmeros fatores.

Assim, é interessante avaliar a possibilidade de realizar uma campanha tática ― promoções que ofertem descontos diferenciados, por exemplo.

Use um sistema informatizado para aumentar o controle

Cuidar do estoque não é tão complicado como muitos imaginam. Mesmo assim, dependendo do tamanho do empreendimento e da quantidade de funcionários, pode ser muito difícil manter tudo de acordo com o planejado.

Sendo assim, tratando-se de melhorar o giro de estoque, é fundamental recorrer à implantação de um sistema informatizado que auxilie no controle de tudo o que entra e sai no empreendimento.

Não há como gerenciar de maneira efetiva sem utilizar métricas como o giro de estoque. Fique atento ao grau de informação que esse indicador proporciona e mantenha as prateleiras sempre abastecidas para não perder uma venda.

E aí, gostou de saber sobre o que é e como calcular o giro de estoque? Então, assine a newsletter e receba nossos artigos em primeira mão no seu e-mail!

%d blogueiros gostam disto: