G2Tecnologia | SAP Business One, Consultoria SAP

Saiba como implementar Big Data na sua empresa

04 maio
Saiba como implementar Big Data na sua empresa

Saiba como implementar Big Data na sua empresa

Um empreendedor de sucesso está sempre em busca de novos métodos para otimizar os processos na sua empresa. Na maior parte das vezes, essa busca está diretamente relacionada à tecnologia — você concorda?

Um exemplo claro é o Big Data. Por ser um sistema que une dados, ele causa um impacto positivo na empresa, unindo todo o tipo de informação que circula pelos sistemas organizacionais.

Isso faz com que ele se torne uma oportunidade única de sucesso para o negócio, pois utiliza todos os dados, sejam eles provenientes de redes sociais, bancos de dados ou sites próprios, para permitir um melhor relacionamento com os clientes — reais ou potenciais.

Você já percebeu como esse sistema é importante para uma organização? Então, continue sua leitura e saiba como implementar Big Data na sua empresa!

Quais barreiras devem ser rompidas para implementar Big Data?

Ao falar em Big Data, estamos, consequentemente, pensando em uma organização que possui um desenvolvimento orientado à análise de dados. Logo, é preciso que todos os funcionários sejam adeptos à essa mudança, certo?

De nada adianta acreditar que somente com esse sistema o sucesso será atingido — o caminho não é esse! É necessário romper barreiras, mostrando como a cultura de Big Data será essencial para o futuro da empresa.

Dessa maneira, os colaboradores entenderão como esse novo pensamento será benéfico para ambas as partes, caminhando lado a lado com a empresa.

Mudar a forma de pensar e agir de pessoas que participam das atividades da empresa é uma barreira que deve ser rompida antes da implementação do Big Data, garantindo, assim, o seu sucesso.

Por onde começar?

Implementar o Big Data é como fazer uma mudança radical em uma organização — afinal, é necessário mudar toda uma cultura, que será regida por um novo sistema. Então, nada mais acertado do que começar pelo planejamento.

É importante estabelecer quais são os objetivos da empresa ao optar pelo Big Data, colocando metas para alcançá-lo e permitindo, dessa maneira, que todos os colaboradores possam ser engajados.

Não acredite que o Big Data é somente um software que, ao ser instalado, estará pronto para uso. É necessário conhecer suas ferramentas para que, assim, ele possa ser administrado da melhor maneira possível.

Como implementar o Big Data?

Agora que você já sabe como enfrentar os desafios, que tal aprender como implementar esse sistema na sua empresa? Então, não perca mais tempo e conheça já os principais passos!

1. Crie uma estratégia

Assim como qualquer projeto a ser implementado em uma empresa necessita de uma estratégia, o Big Data segue a mesma linha de raciocínio. Por isso, a primeira atitude a ser tomada é listar os objetivos da organização e como esse sistema pode ajudar na obtenção dos resultados esperados.

Com os objetivos definidos, é o momento de agregar os dados. Esse talvez seja o momento crucial para a estratégia, pois a falta de comunicação entre os colaboradores é um obstáculo a ser superado.

Além disso, a grande quantidade de informações pode levar a problemas, já que transmiti-las de maneira correta e segura não é uma tarefa fácil.

Por último, é preciso fazer uma análise completa dos dados — uma triagem seletiva para que sejam usadas somente as informações relevantes.

Assim, é possível criar uma estratégia eficiente para a implementação do Big Data, usufruindo de todas as suas ferramentas.

2. Use uma abordagem visual

Agora que você já possui uma estratégia, como vai reunir os dados cruciais para atingir o objetivo desejado? Usando uma abordagem visual! O cérebro humano é programado para processar informações de forma visual.

Dessa maneira, o funcionário poderá entender e analisar os dados de maneira mais eficiente, sem perder tempo tentando entender um amontoado de informações.

É importante lembrar que cada empresa possui um método de trabalho e, devido a isso, deve escolher a melhor prática para reunir seus dados — seja em formato de gráfico, tabela ou planilha.

Assim, utilizar o software não será uma tarefa impossível, usufruindo das suas ferramentas de maneira prática — falaremos delas no próximo tópico, além de delegar as tarefas de modo eficiente.

3. Busque pela melhor ferramenta

Com o elevado volume de informações oriundas de diversas fontes, é importante que a empresa escolha um sistema Big Data que tenha a ferramenta adequada para suas preferências.

Por isso, é essencial analisar as necessidades da empresa, como, por exemplo, a origem dos dados coletados, a importância de integrar a funcionalidade específica de cada setor de acordo com sua produtividade, qual é a velocidade da análise, entre outras.

São inúmeras as ferramentas — a plataforma SAP HANA, por exemplo, é uma combinação de software in-memory e hardware, que auxilia na consulta de diversos dados em velocidade, volume e tempo reais, viabilizando decisões mais rápidas e inteligentes, que devem ser analisadas cautelosamente para que não deixem a desejar.

4. Vá além

Que a função principal do Big Data é reunir os dados não é dúvida para ninguém! Mas ele possui outros recursos que, quando utilizados corretamente, podem contribuir ainda mais para o sucesso da empresa.

É possível utilizar esse sistema para otimizar a logística da organização: com o Big Data pode-se fazer um tratamento dos dados operacionais no setor da logística, que gerará, por meio de localizadores e algoritmos, as melhores rotas para determinada entrega, obtendo, consequentemente, custos menores e resultados mais satisfatórios.

Além disso, pode-se reduzir os custos em determinadas atividades, como combustível e manutenção da frota, aumentando os lucros e melhorando os processos.

Outro uso importante do Big Data nas empresas é no setor de relacionamento, com o intuito de reduzir o número de clientes insatisfeitos — já que a grande maioria deles deixa de optar pela empresa, que passa a perder vendas.

As soluções de Big Data captam os dados de diversos setores da empresa, como cadastro, SAC, compras, redes sociais, entre outros.

Assim, o sistema faz o cruzamento dos dados e conclui quais são os clientes que estão na iminência de desistir dos serviços prestados pela organização. Logo, é possível criar estratégias para que o problema seja contornado, ofertando aquilo que o cliente procura e, dessa forma, fidelizando-o.

Implementar Big Data é uma atitude que garante o sucesso de uma empresa e, por isso, não deve ser deixada de lado!

Gostou de saber como implementar o Big Data na sua empresa? Então entre em contato conosco e conheça mais sobre esse sistema!

%d blogueiros gostam disto: