SAP Business One e Consultoria SAP

Marketing social: como sua empresa pode fazer o mundo melhor?

24 jul

Marketing social: como sua empresa pode fazer o mundo melhor?

O marketing tem passado por muitas mudanças nos últimos anos. Na era da informação e da internet das coisas, sua empresa precisa oferecer mais do que produtos de qualidade para se destacar no mercado competitivo. Entre diversos métodos, o marketing social é uma das opções e tem se tornado uma tendência para empresas ganharem visibilidade.

Os clientes estão buscando marcas que incentivam e participam na melhora da qualidade de vida da sociedade. Para adotar essa ferramenta e fazer com que ela traga retorno para sua empresa, é preciso saber como funciona esse tipo de marketing. Com esse entendimento você conseguirá descobrir a melhor maneira de utilizá-lo na sua organização.

Por isso, neste post falaremos um pouco sobre o marketing social e como usá-lo a seu favor. Confira!

O que é marketing social?

O marketing social é um conjunto de técnicas de marketing que busca mudar o comportamento da sociedade pela prática de atitudes individuais ou coletivas benéficas para todos. Ele também pode servir como alerta para atitudes que fazem mal para a comunidade.

O objetivo não é vender produtos ou serviços, mas sim comportamentos e condutas mais éticas, morais, visando promover o bem-estar social.

Por que o marketing social foi criado?

O marketing social surgiu quando as pessoas perceberam que poderiam utilizar o marketing para vender um serviço ou produto da mesma forma como poderiam usá-lo para vender causas sociais, uma ideia, atitude, estilo de vida, entre outros.

Por meio da sensibilização das pessoas e da identificação delas com uma causa, é possível motivá-las a fazer parte da solução. Assim, as pessoas se sentirão impelidas a tomar determinadas medidas ou deixar de fazer coisas prejudiciais, tanto para elas, como indivíduos, quanto para a comunidade.

Qual a importância dessa prática para sua empresa?

As empresas que começaram a adotar essas novas técnicas de marketing descobriram, nas ações sociais, uma maneira de criar uma imagem positiva da empresa com o seu público, por meio do branding.

A organização que apresenta engajamento social, que é confiável, ética, íntegra e proporciona serviços e produtos capazes de mudar o mundo, é aquela que conquistará mais clientes no mercado atual.

Mas não adianta apenas ter um rótulo de protetor de causas sociais. É muito fácil descobrir quando uma corporação utiliza um disfarce para vender mais, fazendo com que o cliente se sinta enganado. Por isso, é necessário um conjunto de práticas e atitudes tanto internas quanto externas que transmitam ao cliente a imagem de integridade, conquistando a confiança das pessoas.

Como investir em marketing social?

Com certa quantidade de investimento você já pode começar a desenvolver o marketing social em sua empresa. Para conseguir aplicar esse recurso de maneira efetiva é necessário, primeiro, utilizar as ferramentas de marketing de conteúdo, como a segmentação do público, pesquisas de mercado, planos de metas, definição de temas.

A definição da causa social a ser apoiada pela sua empresa também é de suma importância. Para tomar essa decisão você deve realizar pesquisas para que a escolha esteja ligada intimamente aos valores da empresa e do seu público-alvo.

Depois disso, a empresa precisa definir campanhas para mobilizar pessoas. Elas serão determinadas de acordo com o segmento de público escolhido e com as metas a serem atingidas. A forma com que essa divulgação é feita faz toda a diferença. Então listaremos algumas dicas e exemplos de campanhas que deram certo para você se inspirar. Confira:

1. Arrecadação de doações

Essa é a maneira mais frequente e conhecida de praticar uma ação social. Você pode arrecadar fundos para ONGs, creches ou diretamente para famílias carentes. As doações não precisam ser necessariamente em dinheiro. Alimentos não perecíveis, presentes e até material de construção podem ser úteis para o tipo de ação que você está apoiando.

O programa Criança Esperança da TV Globo, que tem o objetivo de arrecadar fundos para ajudar crianças de baixa renda, foi uma campanha de doações que deu certo. Hoje ele é reconhecido como modelo internacional pela ONU e conta com parceria da Unesco. O McDia Feliz, do McDonalds, também faz muito sucesso, revertendo as vendas do Big Mac em doações para beneficiar crianças com câncer. Ambas são campanhas que incentivam o envolvimento direto do cliente com a causa concreta.

Outro exemplo interessante é o Papai Noel dos Correios. Uma campanha na qual os Correios recebem cartas de crianças em situação de vulnerabilidade pedindo presentes ao Papai Noel e conectam essas cartas a pessoas dispostas a presenteá-las.

2. Incentivo à prática de uma ação

Esse tipo de campanha envolve certa persuasão, mas quando desenvolvida da maneira certa e com uma boa segmentação, é possível atingir muitas pessoas. Você pode incentivar pessoas a adotar animais ou praticar a reciclagem do lixo, por exemplo.

A campanha Adotar é tudo de bom, da marca Pedigree, é uma ação que deu certo. O objetivo era conscientizar pessoas para a adoção de pets abandonados. Assim, a Pedigree reverte parte das vendas de seus produtos em doações para apoiar ONGs que cuidam dos bichinhos.

3. Conscientização sobre recursos naturais

Outro tipo de ação social praticada por empresas é com o objetivo de conscientizar pessoas sobre a utilização adequada de recursos naturais. Você pode incentivar a doação de água, trazer informações sobre a situação atual de recursos hídricos no país, incentivar a prática do trabalho voluntário para limpeza de rios, promover ações de reflorestamento, entre outras.

Programa Água Brasil, iniciativa do Banco do Brasil em parceria com o WWF-Brasil, a Agência Nacional de Águas e a Fundação Banco do Brasil, é um projeto social que busca melhorar a quantidade e qualidade da água consumida no país através do trabalho voluntário e difusão de informações sobre a causa.

4. Campanhas de saúde pública

Nesse tipo de ação, muitos temas podem ser abordados de acordo com o local em que se encontra sua empresa. Uso da camisinha, informações sobre proteção contra DSTs, conscientização a respeito do câncer de mama, tratamento de doenças pouco conhecidas, contenção de vetores de patologias como a dengue estão entre as campanhas que podem ser realizadas.

Um exemplo bem-sucedido é a #PartiuTeste, do Ministério da Saúde, que busca conscientizar os jovens a respeito da prevenção contra a AIDS e incentivá-los a fazer os testes utilizando as redes sociais.

Você já deve ter percebido que o marketing social pode não ser muito simples de fazer, mas torna-se efetivo não só para conquistar clientes, como para influenciar e mudar a sociedade. O seu empreendimento pode realmente fazer a diferença na vida de muita gente, além de fortalecer a identidade da sua marca, atraindo mais clientes.

Gostou do post sobre marketing social? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

%d blogueiros gostam disto: